até que um choque asteróide

...abrevie a humana demência
https://solstag.blogspot.com/
 

Re: Universidade, Meritocracia e Democracia...?!


Já que puxaram o tópico (na lista-cecm), "duas linhas" sobre cada palavra só pra ter assunto no próximo almoço...

Universidade:

qualquer pessoa que parar para pensar no sentido estrito das palavras "universidade democrática" vai ver que seu conteúdo é nulo; o que quer-se dizer muitas vezes é "universidade pública", mas acontece que essa "já existe", e "universidade DE FATO pública" não cola como slogan de marketing, daí criou-se a "universidade democrática", e aí degenerou-se o sentido disso nessas histórias de "eleição paritária para reitor" e outras coisas que não tem nada a ver com democracia, nem com universidade.
outra coisa crucial na discussão da universidade, e que é via de regra esquecida, é que universalizar o acesso à universidade não significa de maneira alguma colocar todo mundo em salas de aula.

Meritocracia:

essa questão se encontra com a autonomia universitária; na pesquisa brasileira, tudo que não é acertado com o poder político anda a passos de elefantinho ou a sacrifícios individuais, porque há amarras demais que entram em conflito direto com a dinamicidade intrínsica da pesquisa científica; sem autonomia o mérito está condenado às gavetas.
e quando fala-se de autonomia universitária, lembremos sempre da igualmente importante autonomia das agências de fomento, porque se toda vez que o governo quiser enfiar algo goela abaixo das
universidades ele puder utilizar, como sempre utilizou e continua utilizando, o famoso "agora o CNPQ e CAPES só vão dar bolsa pra quem obedecer nossas regrinhas", não adianta porra nenhuma ter 'autonomia'.

Democracia:

num comentário à moda DF: "democracia representativa não tem invariância de escala"; isto é, ou a democracia é direta, ou torna-se apenas uma oligarquia um pouquinho mais controlada, independente de quão ilustrada é a população - e diga-se de passagem, cada vez menos controlada à medida que as dimensões da unidade federativa aumenta, o que torna crítico o caso brasileiro - isso é uma daquelas coisas óbvias para as quais erguem-se enormes muros culturais a fim de que ninguém as perceba.

Ni!






Reflexos: Postar um comentário

<< Home

Museu de Grandes Novidades

Novembro 2004   Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Julho 2006   Maio 2007   Junho 2007   Agosto 2007   Outubro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Maio 2008   Junho 2008   Outubro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Abril 2009   Julho 2009   Outubro 2009   Dezembro 2009   Fevereiro 2010   Setembro 2010   Janeiro 2011   Abril 2011   Julho 2011   Agosto 2011   Outubro 2011   Fevereiro 2012   Abril 2012   Setembro 2012   Novembro 2012   Fevereiro 2013   Maio 2013   Março 2015   Setembro 2015   Dezembro 2015  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?